Importância do Sutiã Após Cirurgias na Mama

Importância do sutiã após cirurgias na mama

Algumas mulheres, depois que se submetem a cirurgias na mama, evitam o uso do sutiã, seja porque ele incomoda ou acham que pode machucar a região, ou mesmo por pensar que ele não será mais necessário.
No entanto, a negligência do uso do sutiã após cirurgias na mama pode não só atrapalhar a recuperação como também trazer complicações à região, levando a pessoa novamente para a mesa de cirurgia.
Por isso, separamos neste texto as principais razões que comprovam a necessidade do uso de sutiã após esses procedimentos cirúrgicos, e como utilizá-lo corretamente.

Porque o sutiã deve ser usado no período pós-operatório?

Ao contrário do que se possa imaginar, as mamas não ficam automaticamente firmes após a cirurgia. É preciso um período para que a pele se recupere e a firmeza seja percebida. Para isso, é essencial usar o sutiã.
O sutiã dá a sustentação que as mamas necessitam depois da cirurgia, evitando que a flacidez apareça, além de garantir que os músculos se adaptem ao procedimento e que as suturas feitas não cedam.
O acessório ajuda também na cicatrização, pois evita a mobilização e garante que as incisões permaneçam estáveis. Outro ponto que justifica a importância de seu uso é que o sutiã diminui o inchaço, fenômeno natural depois do procedimento.
Além disso, usar sutiã durante o período pós-operatório é importante para que a prótese permaneça firme em seu lugar, garantindo que os seios fiquem exatamente como imaginado.

Quando o sutiã deve ser utilizado?

Para que todos esses efeitos benéficos sejam sentidos, o sutiã deve ser utilizado durante todo o dia, incluindo durante a hora de dormir, só sendo retirado para o banho.
O sutiã deve ser utilizado por um período de 02 meses. Para que não haja danos à mama, não é recomendável o uso de acessórios com arames, com poucas costuras e boa sustentação. Depois desse período, o uso (ou não) do sutiã está liberado.

Como escolher um bom sutiã para o período pós-operatório?

No momento da compra, é importante que a mulher escolha o sutiã correto para o período. Existem alguns truques que ajudam a não errar neste momento.
Por exemplo, o sutiã para o período pós-operatório deve ter abertura frontal, pois a mulher não poderá fazer movimentos amplos, como esticar seus braços para trás.
O sutiã para ser usado no período pós-operatório não pode ter aros, pois os arames podem machucar ou mesmo deslocar a prótese, prejudicando o efeito final do procedimento.
O tecido do produto deve ser de boa qualidade. Ou seja, não pode provocar alergias, deve ser capaz de absorver o suor e manter a pele seca, mesmo que a mulher transpire.
Para que o sutiã seja ajustado mais facilmente, as alças devem ser frontais, assim ela pode adaptá-lo de acordo com seu gosto ou suas necessidades.
Se, na hora da compra, você sentir dificuldades em escolher o modelo ideal, consulte seu médico. Ele lhe dará as orientações necessárias sobre o tamanho e o ajuste do sutiã.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chamar no Whats
Olá, tudo bem? Gostaria de agendar uma consulta com dr. Felipe. Obrigada(o).